Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

Pessoas vão, vêm e temem

Faleceu um paciente: pela primeira vez que estou no hospital, e que pertencia aos quartos do "nosso" gabinete. Consequentemente, havia-o visitado todos os dias na semana passada.

Felizmente tudo aconteceu no fim-de-semana e não assisti. (ainda não fiz a minha preparação psicológica para esse ponto).

 

Contudo, toda esta experiência tem-me deixado curiosa... pensei sofrer mais pelos pacientes que visitasse! A verdade é que não vejo nenhum em agonia, só algumas dores dortes, acamados... mas nada que me aperte o coração. E fico feliz por conseguir separar isso da minha vida pessoal! (já me tinha imaginado feita maria madalena pelos corredores... que tipo de médica seria?)

Não é que não me preocupe por eles. Pelo contrário.

Hoje tive vontade de chegar junto a um senhor, lhe apertar a mão ou por-lha no ombro, e dizer que "admitir que se tem dores é do mais humano que há e todos nós estamos ali para o ajudar, que não hesite em chamar-nos para qualquer coisa. E que seja optimista porque hoje em dia quase tudo tem solução!" E a dele está em fase de processamento.

 

Não o fiz porque não me sinto muito à vontade com médicos, internos, enfermeiras ali à volta - e eu, a simples estudante. 

 

Assim, por hoje ficam aqui as palavras, mas pode ser que amanhã cheguem até ele.

ânimo: a mergulhar numa faringite
redigido por cricri às 22:18
link do post | Comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

Bienvenida al Hospital Universitario de Salamanca

Agora, sinto-me um bocadinho, mais médica!

É como se somasse pontos: de cada vez que passo a ma disciplina, de cada vez que tenho uma aula práctica, ou que aprendo matéria "clínica" nas teóricas, ou, mais ainda, de cada vez que visto a bata no hospital.

E ultimamente tenho-a vestido muitas vezes! :)

 

Os dois primeiros anos de medicina concentram-se na fisiologia, na aprendizagem do corpo humano:primeiro biologia, bioquimica, fisica, estatistica, anatomia; depois a fisiologia, mais anatomia, psicologia, epidemiologia...

É então no terceiro que somos iniciados à medicina: a patologia.  Acompanhada por Microbiologia, Anestesia, Radiologia, Imunologia,...

 

Com a patologia chegaram as prácticas no hospital: duas semanas, duas horas diárias, no serviço de medicina interna.

E é este o nosso primeiro contacto com pacientes reais.

Vestir a bata, estetoscópio ao pescoço,.. e aí vamos nós atrás do médico responsável e dois internos, com as histórias clínicas no cesto do pulsioximetro.

De momento não posso fazer diagnósticos, claro. Por isso esta fase é a de aprendizagem da História Clínica: anamnese (a entrevista médica) e a exploração do paciente.

O primeiro dia custou: na verdade não gostei nada. E tinha imenso receio de cada vez que auscultava um paciente (identificar sons tão parecidos ao ser observada e avaliada..).

Continuo a achar uma grande responsabilidade, mas, de momento, estou a adorar.

Não há nada melhor que poder colocar na práctica os conhecimentos teóricos!

 

Acho que até já me apeguei aos pacientes que visito diariamente. E a verdade é que quando me diziam que no hospital iria "ver de tudo", estavam certos.

Mas no fundo, é por isso que eu gosto daquilo!

 

ânimo: a precisar de 10h de sono
redigido por cricri às 22:17
link do post | Comentar | Ler comentário (1) | favorito
Domingo, 27 de Setembro de 2009

The Ugly Truth

ou "ABC da Sedução" para o pessoal luso.

Ao contrário do ano passado, resolvi aproveitar o bilhete duplo oferecido pela Castello Lopes, por ocasião dos aniversários.

Não sou muito adepta de comédias românticas, mas o "Sacanas sem Lei" pareceu-me demasiado sangrento para o dia de hoje, tal como "Sem Provas".
Dei uma vista de olhos ao trailer e aí fui eu!

Gostei do filme, apesar do final ser, como sempre, preisível e, neste caso, demasiado simples para mim. Mas o resto valeu a pena!

Uma reflexão simples sobre como o universo masculino encara as mulheres, e o que nós buscamos neles! ;)

 

 

ânimo:
melodia: Right Round
redigido por cricri às 00:11
link do post | Comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

E agora os 20

Não os pedi. Nunca.

Gostei dos 19! Mas gostei tanto....

E é suposto agora dizer que "tenho vinte anos?".

 

Os 20 começaram mal, pior do que poderia ter sonhado, mas é a vida, e esta é imprevisível.

Contudo ainda houve um jantar com quase 86 pessoas a cantar os parabéns, bolos surpresa na pista de dança da discoteca, discurso improvisado em cima de uma cadeira, prendas e palavras de carinho. Foram os bons momentos.

 

Os maus não são para recordar.

 

 

ânimo: ...
redigido por cricri às 23:50
link do post | Comentar | favorito

»Cricri

»Remexer no boudoir

 

»Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


»últimos posts

» Movimento Pró-Google Tran...

» Vuvuférias

» Erasmus 2010-2011

» O Passeio

» Sinto-me no Nevada

» Especialidades? Estão no ...

» Aula de farmacologia

» Back to step

» Fim de exames

» Estória de um perfume

»baú de posts

» Setembro 2011

» Junho 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

» Julho 2009

» Junho 2009

» Maio 2009

» Abril 2009

» Março 2009

»tags

» todas as tags

»predilectos

» 10 coisas para animar

» 15 coisas para fazer no s...

» Estúpidos hábitos

» A estreia do Padre novato...

» Só lê quem quer!

» Para todos os gostos!

blogs SAPO

»subscrever feeds